Voltar
  • Blog Musa

O que são cleantechs? Conheça a palavra do futuro

Por Time Musa
25 de maio de 2022
Compartilhe:

O que são cleantechs? Cleantech, termo que significa “tecnologia limpa” e serve para designar empresas que buscam a sustentabilidade pela inovação, é, em muitos sentidos, a palavra do futuro. Explicamos por quê

Você sabe o que é cleantech?

Podemos, antes de tudo, definir esse termo como a nova trend do mercado corporativo – ou “palavra do futuro”. Isso porque, mais do que remeter a uma tendência, ela junta em poucas letras dois conceitos que, combinados, são o único caminho que temos pela frente. 

O clean vem de “limpeza”, ou seja, tem a ver com uma relação mais limpa entre nossa sociedade e o meio ambiente – a tal da sustentabilidade. O tech é, claro, a tecnologia. 

Mas não é só “tecnologia limpa”. Essa junção também tem tudo a ver com o futuro justamente por promover uma troca entre o que a humanidade tem de melhor para oferecer – a criatividade, a ciência, a inovação – e o respeito pelo meio ambiente. E sem o meio ambiente não existe nada, nem tecnologia e nem mesmo a própria humanidade.

Os tipos de cleantechs

Costumamos, de maneira geral, dividir o uso do termo cleantech em duas vertentes:

1. Uma delas se refere a qualquer tecnologia que busque um ganho de desempenho e produtividade por meio de práticas ecologicamente sustentáveis;

2. A outra está relacionada a empresas que promovam soluções tecnológicas para amparar ações sustentáveis tanto do ponto de vista ecológico quanto do econômico. 

É desse segundo tipo que vamos falar aqui.

Exemplos de cleantechs 

Uma empresa de veículos elétricos, como a Tesla, é uma cleantech – assim como qualquer outra que se dedique a uma produção que, em vez de usar as matérias-primas tradicionais, se baseie em recursos renováveis.

Mas as cleantechs podem ser também intermediárias – startups que oferecem soluções para ajudar com que outras empresas possam manter uma relação mais harmônica com o planeta, reduzindo ao máximo seu impacto ambiental. 

Ao mesmo tempo, promovem o aprimoramento dos negócios, reduzindo desperdícios e custos. É um trabalho que gera lucro enquanto muda o mundo com impacto ambiental positivo.

Tecnologia para garantir a subsistência econômica, social e ambiental

É bom reforçar, no entanto, que nem toda organização clean é uma cleantech. Qualquer empresa que trabalhe com reciclagem, por exemplo, é clean, mas as apenas as que fazem a gestão do lixo a partir de soluções inovadoras que giram em torno da tecnologia são cleantechs

A Musa é startup de tecnologia que garante três coisas: (i) a rastreabilidade integral dos resíduos, com certificado, auditoria e automação de processos, (ii) a reciclagem de 100% dos resíduos (tudo é reaproveitado, sejam rejeitos, recicláveis ou orgânicos) e (iii) a compensação total do carbono gerado na operação. A solução Musa está provocando uma transformação no mercado de gerenciamento de resíduos, garantindo a subsistência econômica, social e ambiental do nosso planeta.

Em resumo, cleantechs como a Musa olham para os desafios do presente de forma inovadora, trabalhando, ao mesmo tempo, para um mercado aquecido, uma sociedade justa e um futuro sustentável.

Fonte:
Descubra um novo caminho para o seu lixo